Complexo têxtil desaba matando cerca de 110 pessoas em Bangladesh
Publicado em 24/04/2013

Nova Délhi, 24 abr (EFE).- Pelo menos 110 pessoas, a maioria operários da indústria têxtil, morreram e entre 600 e 800 ficaram feridos com o desabamento hoje de um edifício que reunia várias fábricas perto de Daca, informou à Agência Efe uma fonte dos serviços de resgate.

O edifício Rana Plaza, de oito andares e que abrigava quatro fábricas têxteis, veio abaixo no começo da manhã na região de Savar, a 24 quilômetros da capital, disse o diretor adjunto do Corpo de Bombeiros da capital de Bangladesh, Salim Newaj.

Os bombeiros, a polícia e equipes militares recuperaram cerca de 100 pessoas dos escombros, segundo o jornal "The Daily Star", e os trabalhos de auxílio na busca de sobreviventes continuam.

Newaj afirmou que não se sabe o número de pessoas que continuam presas entre os escombros, mas segundo a imprensa local cerca de 2 mil pessoas estavam no interior do edifício quando desabou.

A polícia denunciou que tinham pedido aos donos do edifício que não se parasses hoje a atividade no complexo apesar de um dia antes tinham aparecido fendas no imóvel.

Os feridos foram transferidos a vários hospitais.

Além das fábricas, o edifício Rana Plaza abrigava um mercado, várias lojas de eletrônica e uma filial de um banco.

Em 2005, 61 pessoas morreram e outras 86 ficaram feridas na queda de um edifício de nove andares na mesma cidade onde hoje aconteceu o acidente.

Voltar para Notícias