Habib´s segue concorrência e se rende ao cartão de crédito
Publicado em 15/12/2014

Os clientes do Habib´s agora podem comprar esfiha com cartão de crédito. A rede anunciou que começou a aceitar neste mês a forma de pagamento em todas as lojas do grupo. Desde 2008, o Habib´s já aceitava pagamentos com cartão de débito, mas só agora a empresa decidiu se render a modalidade que já é está incorporada na maior parte da concorrência.

Segundo a rede, a iniciativa vem atender a um desejo crescente dos clientes e também tem o objetivo de aumentar o fluxo de clientes e de vendas. No McDonald´s, por exemplo, a forma de pagamento entrou em 2003. Já o Burger King aceita cartão de crédito desde o início das suas operações nopaís, em 2004.

O Habib´s estima que, já no primeiro mês, a adesão deve gerar aumento de até 5% nas transações comerciais realizadas nas suas cerca de 500 lojas. Nas vendas delivery, a estimativa é que o crescimento poderá chegar a 40% com a entrada das máquinas de pagamento, uma vez que a modalidade cartão, tanto do crédito quanto do débito, não existia nas entregas em domicílio.

“A popularidade e o uso do cartão cresceram muito no Brasil nos últimos anos devido ao aumento da bancarização e acesso ao crédito. Conseguimos valores justos de taxas e condições para nossos franqueados aderirem ao sistema, garantindo maior velocidade nos pagamentos nos pontos de vendas, aumento da rentabilidade e maior comodidade e segurança para nossos clientes”, disse Josemir Silva, diretor financeiro do Habib’s. “O valor gasto pelos clientes pode até dobrar, em relação às transações efetuadas em dinheiro”, avalia.

O grupo reúne atualmente 430 lojas da marca Habib´s, 50 da bandeira Ragazzo e 8 da Box 30.

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (ABECS), mostram que os gastos com alimentação já representam cerca de 17% das compras feitas com cartões de crédito no Brasil.

De acordo com dados do Euromonitor, de 2013, o segmento de fast-food ainda tem 47% dos pagamentos realizados em dinheiro. 

Voltar para Notícias