Prévia da inflação do aluguel sobe com alta nos preços no atacado
Publicado em 10/11/2014

A primeira prévia do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) de novembro mostrou aceleração em relação ao mesmo período do mês anterior. Segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador ficou em 0,51%, ante -0,07% no primeiro decêndio de outubro. O IGP-M é considerado a "inflação do aluguel" por ser usado para reajustar a maioria dos contratos de locação residencial.

De acordo com a pesquisa, a alta dos preços no atacado puxou a alta do indicador. Um dos três componentes do IGP-M, o Índice de Preços ao Produto Amplo (IPA) ficou em 0,65%, depois de registrar deflação de 0,24% no mês anterior. As maiores influência de alta no IPA viram da soja em grão, com alta de 4,07%, e de bovinos, que subiram 3,46%.

Para o consumidor, a inflação no período ficou em 0,29%, levemente abaixo dos 0,3% do mesmo período de outubro. As principais influência de alta vieram de refeições em bares e restaurantes (0,59%) e plano e seguro de saúde (0,7%).

Terceiro componente do IGP-M, a inflação da construção ficou em 0,16%, acima dos 0,09% do mês anterior.

Voltar para Notícias