Apple lança iPad Air 2 e iPad mini 3
Publicado em 22/10/2014

Após imagens dos novos iPads vazarem na quarta-feira (15), a Apple confirmou nesta quinta (16) a existência do iPad Air 2 e do iPad mini 3. Os rumores divulgados se concretizaram, e os tablets virão com o leitor de impressões digitais Touch ID, introduzido no iPhone 5S, e um novo recurso para a câmera traseira chamado "burst mode", que permite fazer vídeos acelerados, ou "timelapses".
 

O iPad Air 2 será vendido nos Estados Unidos por US$ 500 na versão de 16 GB, US$ 600 na opção com 64 GB, e US$ 700 na de 128 GB. Os preços valem para os modelos com Wi-Fi. Os aparelhos que contam também com internet móvel custam US$ 630 (16 GB), US$ 730 (64 GB) e US$ 830 (128 GB). Já o iPad mini 3 será lançado por a partir de US$ 400. A pré-venda começa nesta sexta-feira (17).

A inclusão do sensor Touch ID nos novos iPads busca integrar a família de tablets da Apple ao Apple Pay, sistema de pagamento digital apresentado junto dos iPhones 6. "Nós acreditamos que ele será profundo e vai mudar a forma como pagamos pelas coisas", afirmou Tim Cook, presidente-executivo da Apple, durante o evento desta quinta (16).
 

Além das compras em estabelecimentos físicos, o Apple Pay poderá ser usado para compras de aplicativos e em lojas on-line. Depois do anúncio do sistema em setembro, mais de 500 bancos acertaram com a companhia para aceitar a modalidade. Ele começa a funcionar na segunda-feira (20).

O Air 2, novo modelo top de linha, tem 6,1 mm de espessura contra 7,5 mm do primeiro Air, e pela primeira vez tem opção na cor dourada. O tablet é equipado com um processador A8X de 64 bits, que, segundo a Apple, é 12 vezes mais rápido que o iPad original. O aparelho tem ainda um coprocessador de movimento M8 e autonomia de bateria de até 10 horas.

A câmera traseira do iPad Air 2 tem 8 Megapixels (MP), uma evolução sobre os 5 MP do modelo anterior, e filma em 1080p, com opção de gravar imagens em câmera lenta. A câmera dianteira, a FaceTime, também é capaz de registrar imagens em HD. Segundo Phil Schiller, executivo da Apple, a nova câmera frontal irá "turbinar as selfies".

Já o irmão menor do iPad, atualizado agora para a versão mini 3, mantém a tela de 7,9 polegadas e conta com 5 MP de resolução na câmera traseira, filmagem em 1080p e câmera frontal HD.
 

De acordo com a Apple, foram vendidos mais iPads em seus quatro primeiros anos do que qualquer outro produto no mesmo período. No total, 225 milhões de unidades foram comercializadas em todo o mundo. Há cerca de 675 mil aplicativos na App Store desenhados para rodar na tela do iPad.

Há uma expectativa de que os novos iPads ajudem a aumentar as vendas dos tablets da Apple, que caíram nos últimos meses enquanto consumidores se interessaram mais em smartphones. Embora ele seja líder de vendas no mundo, os modelos não mudaram muito desde 2010 e, diferentemente dos smartphones, os usuários ficam mais tempo sem trocá-los.

iOS 8
Durante o evento desta quinta (16), a Apple anunciou que o iOS 8.1, nova versão do sistema operacional mais recente da empresa, será lançado na segunda-feira (20). Quando foi lançado, o iOS 8 apresentou vários problemas e precisou até ser tirado do ar.

"Nós recebemos alguns feedbacks", afirmou o executivo Craig Federighi sobre a atualização do iOS 8.1, que irá trazer uma forma pública de iCloud, para que outras pessoas possam compartilhar fotos pelo sistema de armazenamento da Apple. Os primeiros 5 GB de armazenamento no serviço serão gratuitos. Para 20 GB adicionais, a mensalidade será de US$ 1 e para 200 GB, o custo por mês será de US$ 4. É possível assinar cotas de até 1 TB.

Federighi disse ainda que 48% dos iPhones, iPads e iPods já rodam o iOS 8. O índice, porém, é apenas dois pontos percentuais acima do índice de adesão ao iOS 7. Federighi, no entanto, comparou o avanço do novo iOS com o das versões do Android. A mais recente, KitKat, chegou a apenas 25% dos aparelhos, enquanto a versão anterior a ele, a Jelly Bean, continua em 54%

O executivo também mencionou o HealthKit como uma das ferramentas do novo sistema que tem sido alvo dos desenvolvedores, para criar novos apps.

Novo iMac  tem tela Retina 5K (Foto: Divulgação/Apple)

iMac 5K
A Apple também revelou o iMac de 27 polegadas com tela Retina, tecnologia desenvolvida para os iPhones, que migrou para os iPads e agora chega aos computadores de mesa da empresa. A tela tem resolução de 5.210 x 2.880 pixels, totalizando 14,7 milhões de pontos. "Nós chamamos isso de tela de Retina 5K", afirmou Schiller, em referência à tecnologia de ultra-definição de imagem.

Segundo o executivo, a tela do novo iMac tem sete vezes mais pixels que uma TV de alta-definição e espessura de apenas 5 mm, consumindo 30% menos energia que os displays anteriores. A máquina irá custar US$ 2,5 mil.

Apple Watch
Enquanto os relógios inteligentes Apple Watch chegam às lojas apenas em 2015, a Apple irá disponibilizar em novembro deste ano o kit de desenvolvimento de aplicativos para o acessório.

Voltar para Notícias