Tributo pode representar mais de 70% do preço de presente para namorados
Publicado em 09/06/2014

Os produtos mais procurados para presentar no Dia dos Namorados podem chegar a ter mais de 70% do valor só em tributos, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) divulgada nesta sexta-feira (6).

O perfume importado, por exemplo, tem a maior carga tributária, 78,43%. No caso do perfume nacional, o percentual é menor, de 69,13%. O aparelho de MP3 tem incidência de imposto menor: 49,45%, e a bolsa de couro, 41,52%.

Para quem quer, além de presentear, sair para jantar, também haverá cobrança de imposto, que equivalerá a 32,31% do valor total da conta, de acordo com o levantamento.

Segundo o presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike, a alta carga tributária dos presentes se deve ao fato de serem itens considerados supérfluos, "sendo que alguns deles também passam por processo de industrialização ou são importados, o que elevada ainda mais a tributação".

“O sistema tributário brasileiro é excessivamente concentrado no consumo. Certamente, se a carga tributária fosse menor, o contribuinte poderia escolher melhor como presentear em ocasiões como o Dia dos Namorados”, afirmou, em nota.

Voltar para Notícias