Mulheres da África do Sul cortam cabelo em apoio a amiga com câncer
Publicado em 17/03/2014

Um grupo de mulheres da África do Sul decidiu, no mês passado, fazer uma surpresa à amiga Gerdi McKenna, que foi diagnosticada com câncer. Depois de meses de quimioterapia, Gerdi viu seu cabelo cair. Em apoio à luta da amiga, as mulheres agendaram uma sessão de fotos profissionais para o grupo e apareceram de surpresa com os cabelos raspados, levando a amiga às lágrimas.
 

Um vídeo contando a história foi publicado no dia 7 de março no Vimeo e, em uma semana, foi visto mais de 4 milhões de vezes por internautas de todas as partes do mundo (assista ao vídeo).

O grupo de mulheres incluiu duas irmãs de Gerdi e a mãe delas, Lizzie.

"Meu coração está completo, estou fazendo isso para minha irmã. Ela é uma pessoa incrível. Isso é o mínimo que posso fazer e, se eu puder fazer pelo menos um pouco para ela se sentir melhor, farei isso com amor", declarou Sanlie Middelberg, uma das amigas, em depoimento momentos antes de entrar em um dos salões de beleza Gary Rom Hairdressing, na cidade de Pretoria, capital executiva da África do Sul.

Marilize Bothma, que também participou do retrato coletivo entre as mulheres, reconheceu antes de ver a máquina sendo passada em sua cabeça, que raspar os cabelos mexia com seus nervos. "Estou muito nervosa, mas eu sei que é a coisa certa a fazer. Estou desistindo do meu orgulho por uma amiga que está passando por muito mais", disse ela à frente da câmera.

Os tufos compridos de cabelos raspados foram doados à Associação Nacional do Câncer da África do Sul (Cansa, na sigla em inglês).

Voltar para Notícias