Brasileiros conquistam 14 medalhas em torneio de matemática na Bulgária
Publicado em 12/08/2013

A delegação formada por estudantes universitários do Brasil conquistou 14 medalhas na 20ª Competição de Matemática para Estudantes Universitários (IMC), que terminou neste domingo, (11) em Blagoevgrad, na Bulgária. Foram uma medalha de ouro, 11 de prata e duas de bronze. O destaque foi o estudante Henrique Fiúza do Nascimento, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São José dos Campos (SP), que alcançou a medalha de ouro.

A competição é organizada pela University College of London e reuniu mais de 300 estudantes de 72 instituições renomadas de vários países. A delegação brasileira foi composta por estudantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Instituto Militar de Engenharia (IME), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), liderados pelos professores Samuel Barbosa Feitosa, de Salvador (BA) e Fábio Dias Moreira, do Rio de Janeiro (RJ). Outros três brasileiros conquistaram premiações em representação de instituições estrangeiras.

As provas envoveram desafios em inglês com questões de álgebra, análise real e complexa e análise combinatória.

Título na África
Em outra competição internacional de conhecimentos em matemática, desta vez para alunos do ensino médio, o Brasil conquistou quatro medalhas na Olimpíada de Matemática da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, ficando por terceiro ano consecutivo com a primeira posição geral na competição. Portugal ficou em segundo.

A olimpíada, que foi realizada na cidade de Maputo, Moçambique, contou com a presença de 16 jovens do Brasil, Portugal, Moçambique, e São Tomé e Príncipe. Cada país enviou uma delegação de quatro estudantes. O Brasil ganhou uma medalha de ouro com Gabriel Toneatti Vercelli (SP). Os estudantes tiveram de resolver três problemas de matemática selecionados por um júri internacional, que exigem a resolução de exercícios de álgebra, teoria dos números, geometria e combinatória.

 

Voltar para Notícias