Bancos pressionam Vale a comprar porto de Eike Batista, diz jornal
Publicado em 05/08/2013

Bradesco e BNDES, dois dos controladores da Vale, estariam pressionando a mineradora a comprar o Porto Sudeste, em Itaguaí (RJ), principal ativo da MMX (MMXM3), de Eike Batista. A informação é do jornal "O Estado de S. Paulo".

As empresas do bilionário enfrentam uma séria crise de confiança no mercado e grandes perdas na Bolsa de Valores.

Segundo a reportagem, a venda para a Vale é vista como a solução mais rápida para o negócio. Além de ter dinheiro suficiente para bancar a operação, o terminal melhoraria a logística da mineradora na região.

Para a Vale, apesar da desvalorização das empresas "X", o preço do porto ainda estaria alto. De acordo com o "Estadão", a Vale não estaria interessada na compra, por enquanto.
 

Gerdau já havia negado interesse

Na semana passada, a Gerdau disse não estar avaliando fazer uma oferta sozinha ou com parceiros pelo Porto do Sudeste, da mineradora MMX , do bilionárioEike Batista.

De acordo com reportagem publicada no jornal "Folha de S.Paulo", as siderúrgicas CSN, Gerdau, Usiminas e a mineradora Vale estudam fazer uma oferta em conjunto pelo porto.

O movimento tentaria evitar que o porto caia em mãos de gigantes estrangeiras, como a suíça Glencore Xstrata e a holandesa Trafigura, com as quais a MMX já confirmou negociações à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Com um porto no país, essas empresas teriam mais poder para influenciar o mercado de minério de ferrono Brasil, com eventuais efeitos negativos para os grupos nacionais.

Voltar para Notícias