Demanda por crédito cai 10,7% em fevereiro, aponta Serasa Experian
Publicado em 11/03/2015

Do G1, em São Paulo

A demanda por crédito caiu 10,7% em fevereiro em comparação com janeiro. Trata-se da segunda queda seguida no ano – em janeiro o recuo foi de 2,5%, segundo a Serasa Experian. Já em relação a fevereiro de 2014, houve crescimento de apenas 0,9% na procura por crédito, o menor ritmo de avanço interanual (mês contra o mesmo mês do ano anterior) dos últimos sete meses. No acumulado do primeiro bimestre, a busca por crédito registrou alta de 1,5% ante  o primeiro bimestre de 2014.

Economistas da Serasa Experian atribuem a queda ao baixo grau de confiança dos consumidores e às altas taxas de juros, além da menor quantidade de dias úteis devido ao feriado do carnaval.

Por renda
As maiores retrações, ambas de 11%, ocorreram entre os que recebem até R$ 500 por mês e entre R$ 500 e R$ 1.000. Para os que ganham entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês, a queda foi de 10,5% e para os que recebem entre R$ 2.000 e R$ 5.000 a retração foi de 10,3%. Já para os que ganham entre R$ 5.000 e R$ 10.000 mensais a queda da busca por crédito foi de 10% e, por fim, para aqueles que possuem rendimentos mensais acima de R$ 10.000, a queda na demanda por crédito em fevereiro/15 foi de 10,2%.

Análise por região
Todas as regiões registraram quedas das demandas dos seus consumidores por crédito em fevereiro. As maiores foram no Centro-Oeste (retração de 12,5%) e no Nordeste (recuo de 12,2%), seguidas por 10,5% no Sul e 10,1% no Sudeste. O menor recuo, de 8,3%, foi na região Norte.

 

Voltar para Notícias