Veja simulações de financiamento de imóvel com os novos juros da Caixa
Publicado em 23/09/2015

Financiar a casa própria com recursos da poupança pela Caixa Econômica Federal ficará mais caro a partir de 1º de outubro, uma vez que com a elevação dos juros deixará o valor da prestação mais alto. Esta é a terceira vez no ano que o banco eleva as taxas.

Com o novo aumento, a taxa efetiva total de financiamento para não clientes da Caixa passa de 9,45% ao ano para 9,90% ao ano, para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH). Já para o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), com imóveis acima de R$ 750 mil, a taxa para não clientes sobe de 11% para 11,50% ao ano.
 

Confira abaixo, quanto o consumidor pagará a mais em financiamentos no valor de R$ 300 mil e R$ 750 mil, conforme simulações feitas pelo diretor executivo de estudos e pesquisas econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel José Ribeiro de Oliveira.

Os exercícios mostram que o valor da prestação mensal de um financiamento no valor de R$ 300 mil subirá mais de R$ 100. Já no caso de um financiamento no valor de R$ 750 mil, a prestação aumentará mais de R$ 270. VEJA EXEMPLOS ABAIXO

As simulações levam em consideração as seguintes mudanças:

SFH – Imóveis Residenciais:
• Taxa de balcão: era de 9,45% ao ano e vai para 9,90% ao ano;
• Relacionamento: era 9,30% ao ano e vai para 9,80% ao ano;
• Relacionamento (mais salário): era 9,00% ao ano e vai para 9,50% ao ano;
• Servidor (com relacionamento): era 9,00% ao ano e vai para 9,50% ao ano;
• Servidor (com relacionamento e salário): era 8,80% ao ano e vai para 9,30%.

SFI – Imóveis Residenciais:
• Taxa de balcão: era 11,00% ao ano e vai para 11,50% ao ano;
• Relacionamento: era 10,70% ao ano e vai para 11,20%;
• Relacionamento (mais salário): era 10,50% ao ano e vai para 11,00% ao ano;
• Servidor (com relacionamento): era 10,50% ao ano e vai para 11,00% ao ano;
• Servidor (com relacionamento e salário): era 10,20% ao ano e vai para 10,50%.

1) Simulação de financiamento no valor de R$ 300 mil pelo SFH pela tabela Price

• Taxa de balcão: de 9,45% para 9,90%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 2.413,87, totalizando R$ 868.993,20.
- Agora vai pagar 360 parcelas de R$ 2.518,19, totalizando R$ 906.548,40.
Aumento de R$ 104,32 na prestação e de R$ 37.555,20 no total do financiamento.

• Relacionamento: de 9,30% para 9,80%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 2.388,01, totalizando R$ 859.683,60.
- Agora vai pagar 360 parcelas de R$ 2.491,98, totalizando R$ 897.112,80.
Aumento de R$ 103,97 na prestação e de R$ 37.429,20 no total do financiamento.

• Relacionamento (mais salário): de 9,00% para 9,50%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 2.336,57, totalizando R$ 841.165,20.
- Agora vai pagar 360 parcelas de R$ 2.439,82, totalizando R$ 878.335,20.
Aumento de R$ 103,25 na prestação e de R$ 37.170,00 no total do financiamento.


2)  Financiamento no valor de R$ 750 mil pelo SFI pela tabela Price

• Taxa de balcão: de 11,00% para 11,50%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 6.826,92, totalizando R$ 2.457.691,20.
- Agora o consumidor vai pagar 360 parcelas de R$ 7.097,12 totalizando R$ 2.554.963,20.
Aumento de R$ 270,20 na prestação e de R$ 97.272,00 no total do financiamento.

• Relacionamento: de 10,70% para 11,20%
Antes o consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 6.692,9, totalizando R$ 2.409.444,00.
Agora vai pagar 360 parcelas de R$ 6.961,67, totalizando R$ 2.506.201,20.
Aumento de R$ 268,77 na prestação e de R$ 96.757,20 no total do financiamento.

• Relacionamento (mais salário): de 10,50% para 11,00%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelasde R$ 6.626,17, totalizando R$ 2.385.421,20.
- Agora vai pagar 360 parcelas de R$ 6.826,92, totalizando  R$ 2.457.691,20.
Aumento de R$ 200,75 na prestação e de R$ 72.270,00 no total do financiamento

3) Simulação de financiamento no valor de R$ 300 mil pelo sistema de amortização SAC- pelo SFH

• Taxa de balcão: de 9,45% para 9,90%

- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas, sendo a 1ª de R$ 3.195,83 e a última de R$ 839,90, totalizando R$ 726.431,25.
- Agora vai pagar 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 3.308,33 e a última de R$ 840,21, totalizando um valor de R$ 746.737,50.
Aumento de R$ 112,50 na prestação e de R$ 20.306,25 no total do financiamento.

• Relacionamento: de 9,30% para 9,80%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 3.158,33 e a última de R$ 839,79, totalizando R$ 719.662,50.
- Agora vai pagar 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 3.283,33 e a última de R$ 840,14, totalizando R$ 742.225,00.
Aumento de R$ 125,00 na prestação e de R$ 22.562,50 no total do financiamento.

4)   2)  Financiamento no valor de R$ 750 mil pelo Sistema de Amortização SAC -  pelo SFI

• Taxa de balcão: de 11,00% para 11,50%

- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 8.958,33 e a última e R$ 2.102,43, totalizando R$ 1.990.937,50.
- Agora vai pagar 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 9.270,83 e a última de R$ 2.103,30, totalizando R$ 2.047.343,75.
Aumento de R$ 312,50 na prestação e de R$ 56.406,25 no total do financiamento.

• Relacionamento: de 10,70% para 11,20%
- Antes o consumidor pagaria 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 8.770,83 e a última de R$ 2.101,91, totalizando R$ 1.957.093,75.
- Agora o consumidor vai pagar 360 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 9.083,33 e a última de R$ 2.102,78, totalizando R$ 2.013.500,00.
Aumento de R$ 312,50 na prestação e de R$ 56.406,25 no total do financiamento.

Voltar para Notícias